14 de Outubro de 2014

Report: notícias

é mais caro mas é responsável. vai levar?

Você é do tipo de consumidor que, na dúvida entre dois produtos similares, procura saber qual deles foi feito de modo mais sustentável – e admite pagar mais caro por artigos produzidos por empresas socialmente responsáveis? Fique sabendo que junto com você está metade da população mundial. Uma média de 55% dos respondentes a uma pesquisa da consultoria global Nielsen declarou estar disposta a desembolsar um dinheirinho extra para comprar serviços e produtos de companhias comprometidas a promover mudanças positivas na sociedade e no meio ambiente.

O estudo Doing Well by Doing Good – Increasingly, Consumers Care About Corporate Social Responsibility, But Does Concern Convert To Consumption?, consultou mais de 30 mil pessoas, em 60 países e está disponível aqui.

A pergunta básica que a pesquisa tentou responder foi: “Os consumidores dizem que se importam. Mas suas ações refletem isso?” Amy Fenton, líder global de desenvolvimento público e sustentabilidade da Nielsen, explica: “À medida em que as empresas buscam criar e compartilhar mais valor, ligando suas estratégias de negócio ao contexto social, elas precisam colocar os consumidores em foco e entender suas expectativas. Ao identificar os espaços disponíveis, as empresas podem desenvolver estratégias de sustentabilidade claras e factíveis para suas marcas, gerando lealdade e melhorando seus desempenhos.” A pesquisa foi realizada em fevereiro e março deste ano, via internet, e traz números que permitem reflexões interessantes:

  • Dois terços (67%) dos entrevistados preferem trabalhar em empresas socialmente responsáveis;
  • 52% tem o hábito de adquirir produtos de companhias que consideram socialmente responsáveis; na América Latina, o percentual sobe para 64%;
  • 52% costuma verificar os rótulos para entender os impactos;
  • E quase metade (49%) participam de programas de trabalho voluntário ou fazem doações para organizações que mantêm iniciativas sociais ou ambientais;
  • Empresas que fazem menção à sustentabilidade em seus produtos tiveram crescimento nas vendas de 2%;
  • Empresas que utilizam a sustentabilidade no marketing dos produtos registraram crescimento de 5% em suas vendas.
     

Para determinar se esse tipo de pensamento sustentável corresponde à realidade comercial, a Nielsen também analisou dados de vendas ao varejo de 20 marcas, em nove países diferentes; as marcas selecionadas incluem menções à sustentabilidade em seus produtos e/ou incorporam ações de sustentabilidade em suas campanhas de marketing. No caso das marcas que mencionam a sustentabilidade, registrou-se um aumento de 2% nas vendas entre 2013 e 2014. Entre as companhias que promovem o tema através do marketing, o aumento foi de 5%.