10 de Dezembro de 2014

Report: opinião

uma rede de inovação e conhecimento

A Report completa 12 anos revigorada por um intenso processo de descobertas sobre o que queremos para o nosso futuro. Seguimos em nosso propósito de, em essência, atuar para transformar os negócios e, assim, mudar o mundo. E passamos a compreender melhor quem somos e como queremos evoluir: desejamos trabalhar em rede, conectados com outras pessoas e organizações, desenvolvendo um ambiente de evolução pessoal, profissional e de bem estar que aporte inovação e conhecimento aos nossos projetos.

*Por Álvaro Almeida

Esse norte estratégico é resultado de muita escuta, debate e reflexão que fizemos entre nós, com nossos parceiros, clientes, fornecedores, enfim, com muitos daqueles que já fazem parte de nosso ecossistema de relacionamentos.

Não há uma guinada radical nesse horizonte. Ao contrário, seguimos um movimento que começamos há cerca de quatro anos e, a cada ciclo de planejamento, ganhava formas mais definidas. Já há um bom tempo entendemos que nossa experiência e reputação na produção de relatórios de sustentabilidade nos deu base, repertório e conhecimentos complementares às atividades de comunicação. Permitiu que ajudássemos nossos clientes a integrar os temas de sustentabilidade à gestão e à estratégia. Essa atuação consultiva já se ampliou em várias direções, sempre em parceria com especialistas que trouxeram valiosos conhecimentos. Fomos entendendo que nossa maior habilidade é a de compreender as necessidades de nossos clientes e gerar soluções que viabilizem a evolução dos seus negócios.

Um importante marco nessa trajetória para uma atuação em rede foi nossa parceria para trazer a conferência Sustainable Brands ao Brasil a partir de 2012. Como articuladora de uma comunidade de empresas interessadas em evoluir os negócios por meio da inovação em sustentabilidade, a SB Rio nos conectou – e segue nos conectando – a uma série de pessoas e organizações que, com conhecimentos diferentes e complementares, têm a mesma visão de mundo. Assim, temos avançado em experiências inovadoras com empresas brasileiras, como a Cria, a Maurício Born Consultoria e a Corall, a canadense GlobeScan, a operação local da norueguesa DNV, as portuguesas Biorumo e Spirit, entre outras. Muitas novas conexões estão nascendo ou ainda surgirão.

Para organizar nossos próximos passos e embasar as decisões, realizamos um processo de planejamento estratégico que foi apoiado por um estudo de materialidade e por um diagnóstico de nossa cultura, que utilizou a metodologia desenvolvida pelo especialista inglês Richard Barrett, palestrante do último SB Rio. Ouvimos 90 pessoas e trilhamos uma jornada de autoconhecimento inovadora. E ainda percebemos que a report pode (e deve ser) o laboratório para muitas das soluções que queremos levar às empresas.

Uma delas é o Road to report, um relato vivo do processo de construção do nosso próprio relatório (o primeiro), que lançaremos no início de 2015. Com ele, apresentaremos a todos com mais detalhes como o ecossistema report pode contribuir para o futuro dos negócios.

Boas festas e um promissor 2015!

 

*Álvaro Almeida é socio fundador da report